Plágio é crime, conforme Lei 9.610/98. Se quiser reutilizar algum dos textos deste blog, por gentileza, dê os devidos créditos.

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Os espíritos na leitura de cartas

A foto veio daqui.
Há quem diz que lê sozinho, há quem diz que só lê com a entidade.

Esses dias me peguei pensando sobre isso, pois por mais que eu trabalhe com espíritos, ficava incomodado caso eles "interferissem" na minha leitura durante uma consulta.

Porque eu queria provar a mim mesmo que eu sou bom sem eles. Que eu não preciso deles para fazer um excelente atendimento.

Então eu comecei a ignorar esse lado, sendo mais racional e ouvindo menos os outros planos.

Acontece que percebi a mim mesmo muito limitado. Fechar-se no "só eu leio" é fechar possibilidades e também ignorar o potencial de toda a criação, de tudo o que existe e é. 

Muita coisa acontece dentro de uma leitura e dentro de qualquer trabalho que exerçamos, não precisa nem ser terapêutico. E arrisco dizer que muitas dessas coisas passam despercebidas, pois nossa sensibilidade ainda não alcança.

Fechar os olhos para tudo isso é satisfazer-se com pouco do que o universo pode oferecer. 

É trabalhar na escassez... 

Quando nos abrimos para o mundo, para os outros planos, parece que tudo fica interligado e a gente abre um campo de preenchimento, de prosperidade, de progressão de tudo e todos.

E o melhor, a gente não se anula, muito pelo contrário, compomos com muita grandeza o nosso trabalho, fazendo muito bem nossa leitura.

Esses dias eu recebi presentes maravilhosos. Tenho ouvido entidades que nem minhas são e eu simplesmente decidi me abrir a todas, agradecendo pelo carinho e por insistirem fazendo-se presentes na minha vida por meio de amigos encarnados.

A gente soma quando se deixa somar.

Por isso, eu creio que ler em composto não significa que alguém vai ler para você, mas que vai simplesmente compor o atendimento conforme a necessidade da pessoa, do momento, do lugar e de tudo for necessário para que aquele (em qualquer área) trabalho possa acontecer.

6 comentários:

  1. Oi, Dannilo.
    Não sabia que você trabalhava com entidades. Acho quem tem o dom, melhor, tem desenvolvido ou desenvolve esse dom de ver ou ouvir o mundo espiritual, vai ao encontro que você falou : uma soma, um complemento. Não vou negar que acho muito estranho pessoas virem dizer que é acertivo só quem tem trabalha com entidades, sendo que todo mundo tem mediunidade (mais desenvolvida ou menos) rs e baralho cigano também precisa ser estudado. Não adianta vc ter uma mediunidade que não é trabalhada e não se dedicar ao baralho, né?
    Sabe, ando querendo começar a estudar a mesa real, porém ando pensando que é um passo maior que minha pernas, aí vi alguns jogos 3x3 ou as mini-mesas, porém tô achando muito confuso. Você pode postar algo no seu blog?
    Gratidão! ��

    ResponderExcluir
  2. Oi Andressa, tudo bem? Obrigado pela mensagem!!

    Na verdade, eu trabalho com entidades na umbanda, pois sou médium de incorporação. Na leitura de cartas eu sinto que os espíritos apenas compõem o processo terapêutico conforme a necessidade da pessoa e do trabalho em si. Eu não incorporo e nem sou irradiado durante o jogo, mas isso não quer dizer que não exista ng ali orientando e ajudando no trabalho. ^^

    Nunca tinha ouvido falar sobre essa história de que só quem joga cartas incorporado é assertivo. Pura bobagem!!! Aliás, esse lance de assertivo dá textão. rsrs

    E sim, o jogo é composto por estudo, intuição, sensações, emoções, espíritos... tudo! (a meu ver, claro)

    Olha, a mesa real é muito difícil mesmo. Eu abro só pra mim, mas ainda sinto certa dificuldade... ela dá certo, mas sinto que exploro pouquíssimo do que ela tem a oferecer.

    Veja esse vídeo da Tânia. Talvez te ajude: https://www.facebook.com/tamboresdeoya/videos/752716608251423/?hc_ref=ARR6ht1qBEs9z7t_g2-QG78I8OXqc2QrTM6jqG1CJZ6d0WIv9sN8Al9xAlM9B_l5uYU&pnref=story

    A Hellen fez um curso muito bom para facilitar a mesa real. Comprei o curso e ele me ajudou muito: https://www.youtube.com/watch?v=5qufjWUIlh8

    Depois posso dar uma estudada melhor e te ajudar, mas admito que prefiro fazer outras formas de jogo menos complicadinhas. rsrs

    Super beijo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa mesa real é simples, vale a pena tentar. ^^

      http://www.clubedotaro.com.br/site/imagens/p/52-Mesa_Real.jpg

      Excluir
    2. Obrigada pelas indicações de vídeos e página, Dannilo. Já tinha visto esse curso da mesa da Hellen, mas tenho que fazer uma guardada no money rs.
      Também prefiro jogadas simples de 3 ou 5 cartas rs, mas quero me aprofundar mais por que sinto que jogadas como 3x3 ou a mesa, abre possibilidades de trabalhar mais profundamente algumas questões, além do autoconhecimento.
      Gratidão!

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Andressa, o curso da Hellen vale muito a pena, viu? Até mesmo pq ela é muito atenciosa...

    Encontrei um vídeo do Denis, ele é ótimo tb. Veja se te ajuda...

    https://www.youtube.com/watch?time_continue=267&v=qICIFzKMMKU

    Mais pra frente tentarei postar uma visão pessoal sobre o jogo 3X3 de forma mais didática, vamos ver se rola.

    Beijão!!

    ResponderExcluir