Plágio é crime, conforme Lei 9.610/98. Se quiser reutilizar algum dos textos deste blog, por gentileza, dê os devidos créditos.

sábado, 15 de julho de 2017

O Sol, o rei, o endeusamento e o mito do Girassol

O baralho que adotei para trabalhar é o "Era uma vez... Lenormand", por conta da minha afinidade com os contos de fadas.

Antes de comprar, sabia que ali haveriam duas energias: a do lenormand e a dos contos de fadas, e sabia que teria que aprender a lidar com as duas. Bem, tarefa não muito difícil para um amante de histórias. :)

Aconteceu que ontem, ao abrir as cartas para uma colega, algo muito interessante aconteceu!

Ao perceber que ela estava fazendo muitas perguntas sobre um rapaz (atenção a esse detalhe, ele será importante para o que vou contar ^^), decidi não responder a todas as perguntas, e ao invés disso, eu abri um jogo de aconselhamento para que seu coração se tranquilizasse. No jogo, cada carta representaria: ela + conselho + contra-conselho + presente + futuro.

Na parte correspondente a ela, saiu a carta do sol!!! E na hora entendi o recado para ela...

O sol no "Era uma vez...Lenormand" conta o mito do girassol.

"Em resumo, ele conta a história da ninfa Clície, que era apaixonada por Hélio, o Deus do Sol. Como ele tinha se apaixonado por outra mulher, a ninfa entristeceu-se e ficou sentada no chão frio chorando, sem comer e sem beber por vários dias, saboreando apenas o salgado de suas lágrimas. E sempre que o sol aparecia, a ninfa virava seu rosto para ele e não desviava o olhar nem por um segundo. Quando ele ia embora, ela se voltava para a sombra e continuava a chorar. Presa dentro dessa situação, ela acaba criando raízes e se transforma em uma linda flor amarela, dando origem assim ao Girassol."

A imagem veio daqui.
O legal dessa lenda é que essa é EXATAMENTE a situação em que a consulente estava passando. Ela só via o menino na frente dela, querendo a todo momento saber sobre os pensamentos dele, sobre se iam ficar juntos, se ele gostava dela, etc... O baralho foi muito sábio ao indicar essa carta na casa que correspondia a ela e minha intuição foi muito esperta ao reparar na história.

Eu poderia ter dito facilmente que ele a deixava feliz, alegre, cheia de vida, e isso não seria nenhuma mentira, porém, entender melhor o meu baralho cigano, relacionar-me dia-a-dia com ele, estudar e etc, fez de minha leitura um pouco mais completa. Ou seja, vale o esforço! ^.^

Para falar um pouquinho mais sobre da carta sol, ela me lembra muito o signo de leão: o brilho, a força, o querer toda a atenção para si. Ele é aquela entrada triunfante e em câmera lenta que vemos em filmes clichês de escola americana, em que todos param para olhar os populares. rs 

O sol também sempre esteve ligado aos reis por sua figura importante, imponente, poderosa e dona do mundo! Isso porque o sol está ligado a Deus, e consequentemente, esses reis se consideravam os "escolhidos" por Ele. 

Portanto, se estamos sol, podemos estar alegres, confiantes, calorosos, vaidosos, donos das situações, etc. Mas em uma escala exagerada, podemos estar nos vendo maiores do que somos, como um endeusamento mesmo, como foi o caso da minha consulente com sua paquera, ela o estava endeusando muito.

Por fim, se você chegou até aqui, obrigado pela conversa. Se quiser, compartilhe esse blog com os amigos que também se interessam pelas cartas ciganas.

Até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário