Plágio é crime, conforme Lei 9.610/98. Se quiser reutilizar algum dos textos deste blog, por gentileza, dê os devidos créditos.

terça-feira, 4 de julho de 2017

Baralho Cigano, uma terapia holística

Vejo no baralho cigano a possibilidade de reconexão com a nossa alma.

Ele nos ajuda a olharmos para algumas situações do cotidiano de forma mais ampla e nos orienta a atravessar o caminho da alma quando não sabemos mais qual é o caminho que estamos percorrendo .

Ajudo, por meio do baralho cigano, o consulente/cliente na descoberta do seu mundo interior e a transformar a sua realidade, desbloqueando emoções ou questões estagnadas.

Pois acredito que só mudando dentro é que podemos mudar a realidade que está a nossa volta.

Para entender melhor isso:

Imagine que a gente cria a ilusão de que viver em Paris seria muito melhor. Que ter muito dinheiro seria muito melhor. Mas, na minha experiência, mudar a vista não muda o problema. Você só se desloca fisicamente para outro lugar, enquanto o descolamento interno não acontece. Então você permanece vendo tudo da mesma forma que antes, só que em outras situações ou circunstâncias.

Quando você muda internamente, aí sim você muda o exterior, porque sua visão de mundo já não será mais a mesma.

Questões estagnadas levam a pessoas estagnadas, ou seja, a acharem que nada muda e que todo ano é sempre a mesma coisa.

E será sim, se todo ano a pessoa for a mesma pessoa... :/

Por isso vejo o baralho cigano como uma terapia holística, pois ele tende a revelar o que está estagnado para que a pessoa mude a si mesma, e assim, o seu entorno.

Pegando as palavras da maravilhosa Tânica Durão: é importante que o consulente saia da consulta melhor do que entrou.

E eu ainda acrescento: é importante que ele saia mudado, cheio de ideias e possibilidades de construir o seu mundo melhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário